5 maneiras de diminuir o lixo que você gera

Por: Cinthia Nogueira,
A
utora do blog do selo EuReciclo e,
#ReciclagemSemEscândalo

Na correria do dia a dia estamos cada vez mais acostumados com um consumo rápido e descartável. O que não sabemos é que nossas ações, tão pequenas quando comparadas com o resto da sociedade, podem gerar grandes impactos na Terra.
Ok, abrir mão do consumo é impossível: precisamos nos alimentar, nos vestir, limpar nosso corpo, nossa casa, entre outras tarefas que consomem recursos, materiais ou energéticos. Mas entender como minimizar esse impacto nos torna mais sustentáveis e nos ajudar a ingressar em uma jornada pelo o bem das próximas gerações.
Em contato com tanta informação sobre sustentabilidade, percebi que erramos no mais essencial: nossa geração de resíduos. Afinal, o problema não é consumir, mas isso precisa ser feito com máxima consciência, eficiência, gerando menos resíduos, respeitando a dinâmica da própria natureza.

Abaixo, dou minhas 5 dicas para você diminuir o lixo que você gera.

1: Só compre o que de fato for consumir!
Morando sozinha percebi que o modelo de compra mensal dos meus pais não dava muito certo para mim. O resultado era este: diversos alimentos, que eu pensava que cozinharia em busca de uma vida mais saudável, estragados na geladeira ou armário. Então, fazer suas compras no mesmo dia em que for cozinhar ajuda a ter certeza de que os ingredientes realmente vão ser utilizados.
O que sobrar, você pode congelar e utilizar na próxima vez em que for preparar uma refeição. E não se esqueça dos talos, raízes e cascas: eles podem fazer parte de várias receitas. E, se não tiver jeito mesmo, você pode utilizá-los na compostagem que, inclusive, é a nossa próxima dica.

2: Compostagem: o ciclo perfeito da natureza
Compostagem significa transformar seu lixo biodegradável e não tóxico em adubo para plantio. Há duas formas de compostagem: feita com minhocas em conjunto com os microorganismos, ou com terra e serragem, com a atuação apenas dos microorganismos para transformar resíduo em adubo.
Então tudo o que sobrou da sua alimentação pode ser destinado para a composteira, de acordo com o tamanho e o tipo dela. Diversos sites mostram como fazer sua composteira e mantê-las funcional. E também há outros que vendem modelos prontos. Para quem está no Rio de Janeiro, a notícia é melhor ainda: o Ciclo Orgânico recolhe periodicamente seu lixo orgânico para que seja compostado.

3: Aposte em bens duráveis e de qualidade
Eletrônicos, eletrodomésticos, roupas e outras centenas de produtos, compõem os chamados bens de consumo duráveis. Quando eles são de má qualidade, acabam sendo descartados mais facilmente. Uma perda para o seu bolso e para o Planeta! Por isso aposte em qualidade.
Sei que, com a obsolescência programada, fica difícil, por exemplo, encontrar um celular que dure mais de 5 anos. Ainda assim, é importante apostar em marcas que ofereçam solução para o descarte, com a logística reversa desses produtos. Assim, eles retornam para fábrica, são desmontados, reciclados e se tornam novos produtos.

4: Consuma de marcas que cuidam das embalagens
Poucas pessoas sabem que a legislação ambiental prevê que, não apenas os consumidores são responsáveis pelas embalagens descartadas após o consumo, mas as empresas também! Isso pode ser feito pela logística reversa de embalagens, mas isso é difícil de ser praticado.
O Selo EuReciclo é uma solução para facilitar a reciclagem das embalagens. Nosso símbolo estampa as embalagens das marcas que incentivam a reciclagem, e comprovam o processo através de Certificados. Procure nosso sorriso nas embalagens e você vai saber quais marcas se preocupam com o impacto ambiental de suas embalagens.
Nossa iniciativa tem impacto além do ambiental: diversas cooperativas de reciclagem e operadores privados pelo serviço prestado são remunerados pela reciclagem de compensação.

5: Compartilhe essas ideias
Nossos esforços individuais são mais relevantes quando partilhados. Impactando pessoa por pessoa, podemos tornar a sociedade muito mais empática com os problemas ambientais: aterros lotados, poluição do ar, e tudo mais que nos afeta, mais cedo ou mais tarde.
Então convido você a compartilhar, nos comentários abaixo, as ações para um mundo sem lixo que você já bota em prática e que eu não citei aqui. E se você ainda não faz nenhuma ação sustentável, te convido a começar já, de acordo com a suas possibilidades e criatividade.

Loja

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *