Hidroxiapatita: booster de FPS do Protetor Solar Mineral FPS50+

Mulher passa Protetor Solar Mineral FPS50+ no rosto

Hidroxiapatita. O novo ingrediente presente no Protetor Solar Mineral FPS50+, nosso mais novo lançamento, que abriu portas na área de proteção solar natural. Você já conhecia esse ativo?

O grande desafio dos cosméticos naturais, hoje em dia, é oferecer uma proteção solar acessível para todas as tonalidades de pele. Isso porque os filtros solares físicos tradicionais permitidos para proteção solar podem deixar resquícios brancos na pele. 

Porém, com tecnologia patenteada QUINTAL.Lab, conseguimos utilizar a combinação de dois filtros físicos minerais à Hidroxiapatita para criar o 1º Protetor Solar Mineral FPS50+ translúcido da América Latina

Quer saber tudo sobre esse super ingrediente que nos permitiu chegar a essa inovação? Vamos começar pelo começo, lá no consultório da sua dermato de confiança!

 

A hidroxiapatita nas Dermatos

Muito utilizada em procedimentos de preenchimento em consultório, a hidroxiapatita já é conhecida por médicos. Em sua forma de microesferas suspensas em gel, ela é aplicada para estimular a produção natural de colágeno e recuperar a firmeza da pele.

Ela é um material biocompatível, ou seja, tem uma interação interessante com as células do corpo humano. Além disso, por interagir bem no organismo, tem chances menores de causar uma reação, o que é importante para o bom resultado desses procedimentos estéticos. 

Porém, quando levamos o ingrediente à etapa de proteção solar, o uso já se torna um pouco mais escasso. Principalmente com um Fator de Proteção elevado, acima do FPS30, em uma formulação eco certificada natural.

 Mulher segurando o Protetor Solar Mineral FPS50+

 

Hidroxiapatita como booster de FPS

“A Hidroxiapatita é um ativo multifuncional. Além de ser um ativo de proteção solar natural, que tem cobertura para proteção contra radiação UVB e UVA, é um repositor mimético de cálcio para a pele, o primeiro elemento de sinalização de irregularidade na superfície da pele. Com a diminuição de cálcio na pele o tempo de renovação da epiderme se torna maior, causando o surgimento das rugas”, explica Eliane Dornellas, professora do curso de pós-graduação de Cosmetologia da Faculdade Oswaldo Cruz-SP.

Ela não entra na formulação simplesmente para substituir os outros filtros solares físicos, mas para melhorar o seu funcionamento e aumentar a proteção solar. Além de cuidar da pele durante esse processo. 

A combinação de Dióxido de Titânio e Óxido de Zinco, por exemplo, em uma concentração para FPS50, provavelmente deixaria a pele com aquele aspecto esbranquiçado. E é justamente isso que todos nós queremos evitar! 

No entanto, com a Hidroxiapatita na formulação, é possível diminuir os níveis desses dois filtros, mantendo o FPS elevado, sem filme branco. E a professora Eliane Dornellas explica o motivo: 

Ela (Hidroxiapatita) potencializa a ação do Dióxido de Titânio, melhorando assim o fator de proteção solar do produto, relacionado com a proteção da radiação UVB. Além disso, ela apresenta cobertura para a proteção de UVA superior ao Dióxido de Titânio”.

 

Por que utilizar Hidroxiapatita na proteção solar?

A pergunta deveria ser, na verdade, por que não usar Hidroxiapatita na proteção solar?

A grande sacada é que a Hidroxiapatita tem um Índice de Refração menor¹ do que o Dióxido de Titânio. Assim, por conta da sua própria estrutura química, ela não reproduz a alta reflexão da cor branca. E é assim que conseguimos um protetor solar sem filme branco e sem white cast: o que queríamos desde o princípio!

Um ingrediente biocompatível com a pele, de origem natural e seguro para as pessoas e para a natureza!

“Acredito que a tendência seja de crescimento para o uso de Hidroxiapatita em produtos naturais e seguros para proteção solar. Principalmente para produtos para bebês, pessoas com pele sensível, acneicas e com tendência a dermatites”, defende a professora. 

 Mulher demonstra que o Protetor Solar Mineral Físico não deixa resquício branco aplicando o produto no rosto

 

1º Protetor Solar Mineral FPS50+ COSMOS Natural da América Latina²

Com uma tecnologia patenteada QUINTAL.LAB, o Protetor Solar Mineral FPS50+ combina os filtros minerais Óxido de Zinco não-nano e Dióxido de Titânio com a Hidroxiapatita, um composto mineral de fosfato de cálcio, não-tóxico e biocompatível. Assim, conseguimos alcançar o FPS50 utilizando exclusivamente filtros minerais, sem perder o sensorial agradável e sem formar filme branco. Toque sequinho, não oleoso!

Além da proteção solar mineral, sem filtros químicos, a formulação conta com o Extrato de Selaginella lepidophylla. Conhecida como “planta da ressurreição”, esse poderoso ingrediente ajuda a pele a manter a hidratação

Vale lembrar que todo Protetor Solar deve ser aplicado todos os dias e reaplicado a cada 2 horas. Na dúvida, consulte o seu dermato de confiança, tá bem?

Protetor Solar Mineral FPS50+ com proteção física UVA e UVB
Compre aqui: Protetor Solar Mineral FPS50+


Eliane Dornellas é professora do curso de pós-graduação de Cosmetologia da Faculdade Oswaldo Cruz-SP e coordenadora técnica do departamento de Ciências da Vida do fornecedor Colormix Especialidades

Referências Bibliográficas: 
²Baseado no banco de dados COSMOS-standard

Postagem mais antiga Postagem mais recente

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados